jusbrasil.com.br
18 de Setembro de 2019

Reforma da previdência causa aumento de 1,42% do dólar comercial nesta quarta-feira...

O título refere-se à notícia publicada no site do UOL.

Leiliane Coimbra, Advogado
Publicado por Leiliane Coimbra
há 11 meses


A surpresa dessa notícia trouxe-me uma reflexão: as mídias jornalísticas realmente acaçapam seus ideais políticos partidários.

Isso porque, na sequência do respectivo apontamento, o “brilhante noticiador” disse que essa alta se deu por conta da “inquietação dos investidores após declarações do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) sobre a reforma da Previdência”.

Não parece globalmente lógica essa atribuição do aumento, pois temos hoje dois (02) candidatos às margens da respectiva Eleição presidenciável, ao passo que um dos candidatos patrocina claramente a ideia sobre os rumos da economia, trazendo preocupações sérias ao eleitorado, dentre elas, a precisa e necessária Reforma previdenciária, enquanto que o candidato opositor preocupa-se com perniciosas contribuições de governabilidade do conselheiro condenado.

Fica a dúvida: será que a respectiva mudança necessária, principalmente no que concerne à contribuição direta do segurado, bem como as alternativas de arrecadação da seguridade, seria a causadora da preocupação dos aplicadores, empresários ou empregadores?

Como fica a incerteza sobre uma possível candidatura de um “acionado” que, como titular “requerido”, é participante ativo em diversas ações de Improbidade Administrativa?

Penso que a precariedade jurídica é contemporizar a possibilidade de um partido corrupto novamente “tomar” o poder e nos fazer reféns do “(anti) mercantilismo”, momento em que não teremos realmente qualquer possibilidade de investimento no país.

Atenção, após eu falar sobre a notícia, o noticiador mudou a forma de abordagem do texto jornalístico! Reparem no link que eles publicaram 17h07 e foi atualizada em 10/10/2018 17h38...

2 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Devo escolher entre duas situações: Uma com planos de uma nova constituinte a "la Venezuela", continuidade da implantação do comunismo, e ter como Presidente "de fato" um corrupto presidiário e, de direito um "baita laranja" e outra com um governante a "la Trump", e que foi contra a reforma da previdência do Temer (ver noticiário + recente), citando que poderá fazê-la, mas sob seu ponto de vista no que necessita ser feito. Como eu DETESTO comunista e não gostaria de ver meu amado Brasil todo de vermelho e, sendo governado por um presidiário, votei e votarei no 2º turno, obviamente no "Trump brasileiro". Nunca estive num país comunista, mas acompanho (via mídia) a história desses "vermelhos" pelo mundo afora, desde a época da União Soviética. PS: Tinha uma amiga de minha esposa , vinda da China, que nos relatava como era o dia a dia por lá. continuar lendo

Gostei do "la Trump" rsr
Muitos criticam, mas a economia daquele país (EUA) está cada vez melhor, não é mesmo?

Quem sabe nosso "Trump" realmente nos ajude a sair do Buraco?

Abraço e obrigada por comentar! continuar lendo